quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Scream



Sinopse
Depois de um incidente de cyber-bullying resultar em um assassinato brutal, a violência reacende a memória de uma série de assassinatos que ocorreram no passado em Lakewood, que intrigaram alguns e talvez tenham inspirado um novo serial killer. Um grupo de adolescentes, com dois velhos amigos tentando se reconectarem, se tornam amantes, inimigos, suspeitos, alvos e vítimas de um assassino que está à procura de sangue.

Crítica:
Comecei a assistir essa série sem qualquer pretensão, já esperando ser uma completa porcaria, mas pelo simples fato de ela ser inspirada na série de filmes Pânico, a qual já assisti incansáveis vezes.
Pois bem, como já disse, esperava que a série fosse ruim, mas não esperava que ela fosse tão ruim ao ponto de ser boa. Não, vocês não estão lendo errado, eu realmente achei a série muito ruim, mas é um ruim tão bem feito e com um estilo muito trash que transformou a série em algo fenomenal, eu simplesmente não conseguia parar de assistir, achar ridículo e me viciar.
Ok, pode ser que a série tenha me feito um pouco mal, talvez ela tenha mensagens subliminares, não sei, mas eu realmente fiquei viciada a cada novo episódio, devorei a série em apenas 3 noites (e estou falando em uma semana de fechamento, como podem ver nem tive tempo de atualizar o site na semana), então a série realmente me pegou.
Bom, por mais incoerente que isso possa parecer, principalmente por que a maioria das coisas que vou dizer aqui tem uma entonação muito negativa, eu realmente dei uma nota máxima para a série, pois ela merece, ser ruim ao ponto de ser boa não é algo que acontece todos os dias, então vamos lá.
O elenco é uma vergonha, juro. Quanto mais eu tentasse achar um ator bom, aparecia uma determinada cena que destruía qualquer imagem que a personagem tinha construído comigo, mas nenhuma conseguiu ganhar mais pontos na escala de pior atriz do que Carlson Young, dando vida (ou não) para a personagem Brooke Maddox, meu deus o que é a atuação dessa menina? Mas ainda assim conseguiu sobreviver até o final da série e ainda torcia para ela continuar viva (sério gente, enquanto escrevo essas linhas estou começando a questionar sobre minha sanidade). Mas John Karna conquistou meu coração, mesmo com sua atuação questionável, interpretando Noah Foster, suas análises sobre os cenários de filmes de terror são a melhor parte da série.
Falando em coisa boa na série, ela é recheada de referencias da cultura pop, e claro que muitos Filmes, Livros e Série são citados ao longo de cada episódio, a melhor cena de referencia é, sem dúvida, a dança de Pulp Fiction no bale de Halloween, foi uma sadaca incrível.
Compartilhar:

Anuncio

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.